segunda-feira, 31 de maio de 2010

FIDELIDADE




Baseado em 3 personagens quero poder traçar as atitudes que devemos tomar para que possamos ver realizada a fidelidade de Deus em nossa vida.

Ezequiel 14:14 "Ainda que estivessem no meio dela estes três homens, Noé, Daniel e Jó, eles pela sua justiça livrariam apenas as suas almas, diz o Senhor DEUS."

Neste texto podemos verificar a ira de Deus sobre a cidade por causa dos pecados cometidos, por outro lado podemos entender que a vontade de Deus nunca é de destruição. Não se trata de um Deus duro, carrasco, mas sim de um Deus justo, tanto que ele se compadece destes personagens devido ao caráter de integridade, respeito e temor a Deus.

Não eram pessoas sobrenaturais, que não faziam nada de errado e não cometiam pecados, pelo contrário, tinham suas falhas como nós nos dias de hoje, a diferença é que eles sabiam de suas fraquezas, reconheciam, se arrependiam e pediam perdão, isso é estar numa posição de humildade e submissão à Deus e, buscar entender qual a vontade constante Deles para as nossas vidas para que possamos evitar possíveis erros que venha ferir a santidade de Deus através de nós e os testemunhos.

Números 23:19 - "Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele dito, não o fará? ou, havendo falado, não o cumprirá?"

Com Noé, Deus estabeleceu uma aliança e uma promessa, mas requereu dele uma tarefa: construir uma arca.
Assim como Noé, Deus nos faz promessas e uma aliança através de Jesus Cristo, mas a nossa parte é executar uma tarefa, da mesma forma, trabalhando: crendo no invisível, no impossível, persistindo.

Daniel era um jovem culto e inteligente levado como escravo para uma terra desconhecida, mas Deus se comoveu pela sua integridade e deu a ele mais inteligência, capacidade para assistir aos governantes. E em determinada situação teve que ser provado a confiar na fidelidade de Deus: acusado e condenado à morte.
Quando estamos no meio da cova das dificuldades, das dívidas, do sofrimento da alma; nos desesperamos ao invés de agirmos como Daniel: não temendo o natural, o que nos apresenta como devoradores. Daniel tomou uma posição espiritual – orou, então somente orar pelo livramento em meio às ameaças.

Quantas e quantas vezes você já ouviu falar em paciência de Jó, pois é, uma pessoa que perde todos os seus bens materiais, toda sua família destruída, enfermo, acusado e caluniado pelos amigos e pela sociedade. Soube esperar pacientemente que Deus pudesse assisti-lo e livrá-lo.

Se todos os dias, agirmos como estes personagens que sofreram com as adversidades:
1. Trabalhando em nossa vida diária: seja física, sentimental ou espiritualmente;
2. Orando, jejuando, louvando à Deus;
3. Com paciência, tolerância, mansidão, com domínio próprio.

Poderemos ver a aliança eterna de Deus, trazendo a multiplicação, a fertilização da nossa terra, sermos colocados em lugares de destaque, em meio aos poderosos, capacitados para administrar nosso lar, os negócios, os estudos e ainda ser restituído em dobro de tudo aquilo que um dia possa ter sido perdido. Ser curado de toda enfermidade do corpo e da alma.

Wagner Pires

sábado, 29 de maio de 2010

INVERNO INVERSO



É tarde,
O sol já se foi
Pernas pesadas sobem cansada
Somente o som de folhas mortas de outono
Ficam as lembranças do inverno que ficou distante

É tarde.
Demais talvez
Num passado que não mudará
Paciência, perdoar e esquecer sem temer
A humildade levará ao novo inverno que se aproxima

É, Tarde!
Aqui nós dois
Aguardamos o anoitecer chegar
Para enfim descansarmos e relaxarmos
Você também deixará invernando nesta minha solidão

É tarde? 
Preciso recomeçar
Amanhã começará um outro dia
Despertar e olhar com esperança e alegria

Preservar no COTIDIANO esquecendo outros invernos


Wagner Pires

quinta-feira, 27 de maio de 2010

SEM OBSTÁCULOS

Eu gosto muito de diversas modalidades desportivas (inclusive: arremesso de garfo, levantamento de copo, lançamento de pipoca); mas falando sério, existe uma modalidade, o Cross-Country, que consiste em uma equipe de atletas a correr em terreno acidentado: grama, mata, lama, água, além de obstáculos colocados ao longo do percurso. Portanto, torna-se uma competição que exige estratégia, resistência física e determinação.

Assim verificamos também na história narrada na Bíblia que se encontra no evangelho de Marcos no capítulo 5 entre os versículos 24 a 34, de uma mulher que tinha uma enfermidade, uma hemorragia, durante 12 anos.
Além de se tratar de uma doença física, trouxe a ela uma série de problemas neste período.
Minha ex-esposa tinha uma doença chamada ovário micropolisístico, que a impedia de ter uma ovulação normal, deixando-a sem menstruar durante longo período, mas posteriormente ficava 30, 40 até 60 dias com hemorragia, era algo incômodo, sofrido. Imagine então 12 anos sem poder ter uma relação normal com seu marido, consegue dimensionar a dificuldade numa relação conjugal?
Também naquela época alguém com hemorragia não poderia se relacionar na sociedade, deixando-a além de um casamento fracassado, também sem amigos, sem família.
O texto reláta-nos que havia gasto todo seu dinheiro com médicos à procura de uma cura. Ou seja, era uma pessoa de posses que viu-se numa situação de miséria, sem marido, sem amigos, sem família.
Certo dia Jesus Cristo caminhava em sua proximidade e, apesar de toda multidão, todas as dificuldades e obstáculos ela não hesitou: foi ao encontro Dele sabendo que um simples toque a iria cura-la. Neste instante, Jesus percebeu que alguém lhe havia tocado, questionando quem o teria feito. Seus discípulos sem perceberem a importância daquela atitude: “ah, Jesus, tanta gente aqui, todos te tocaram, olha o empurra em empurra, não foi nada não”.
Mas Jesus sabia que não era somente um toque formal, frio, insensível, de tocar em um objeto sem vida, se ajoelhar burocraticamente diante de um altar, diante de uma cruz, ou pegar nisso, acender aquilo. Não, era uma fé verdadeira, a fé Naquele que veio para nos salvar, a fé no único capaz de curar a enfermidade do corpo, da alma, das crises financeiras, do casamento destruído, da família abandona, da solidão.

O seu tocar em Jesus Cristo hoje deve ser de enfrentar qualquer distância, mesmo na lama, na chuva, independente dos obstáculos, ir ao encontro do doador da vida, e de coração, não de aparência para agradar alguém, não, é com sinceridade, com vontade, com garra, com determinação, e com certeza Jesus vai te dizer o mesmo que disse àquela mulher: a tua fé te salvou e fica livre deste mal.
Esta fé, te salva e cura, e ainda traz libertação de toda maldição em sua vida, seja em qual área for sua necessidade, você será liberto, em nome de Jesus Cristo.

Wagner Pires

terça-feira, 25 de maio de 2010

Torre de Belém

Jesus em Aramaico

Vivemos em Tempos de Dificuldades para Chegarmos a Vitória, mas Também é Tempo de Purificação. Números 31:19-24

Nossa vida é marcada por uma constante batalha, a cada dia temos que enfrentar novos desafios, nova conquistas e, nem sempre são tarefas ou caminhos fáceis de serem executadas ou trilhadas.
Imagine agora uma cena de um filme de guerra ou batalha, você vê aqueles guerreiros cansados, sujos, longe de suas famílias, algumas vezes até solitário em meio ao campo de batalha, sem tempo até de descansar, se alimentar. Carregam suas armas, pesadas, marcadas com sangue do seu inimigo.
E o mais importante é: não desistir. Porque neste filme você poderá ver o soldado que desistiu e voltou para casa derrotado, assim como o que se entregou para o inimigo e o pior, o que perdeu, morreu em meio a batalha.
Na nossa luta diária nunca podemos ser um destes 3 casos, temos que persistir até o fim, e o que move a nossa insistência em busca da conquista é a FÉ, o acreditar que existe um Deus acima de todas as coisas que é capaz de nos dar forças exatamente no momento em que nos sentimos mais fracos e abatidos. No livro do profeta Joel capítulo 3 no versículo 10, Deus diz claramente isso: “Diga o fraco: eu sou forte”. Você é uma pessoa forte para se levantar, lutar e vencer.
Leia depois com atenção, na sua Bíblia, toda a história do texto do título, vou apenas dar um resumo, Deus orienta Moisés a enviar 12 mil homens, mil de cada uma das tribos, para uma batalha e, eles retornaram vitoriosos trazendo as marcas das batalhas em seus rostos, pele, roupas e armas; assim, Deus determina que tudo deveria ser purificado: soldados, armas e roupas. O que suportaria o fogo, ser purificado no fogo, o que não suportaria, pelas águas purificadoras.
Nós temos que ser limpos de tudo aquilo que é uma sujeira, uma marca, um resto da batalha, os corações e as mentes purificadas, sermos lavados pela água purificadora que é Jesus Cristo, que derramou seu sangue em nosso favor. Passar pelo fogo é um tempo de tratamento, de limpeza da alma, limpeza espiritual. As vezes nos trás dor, mas é necessário para aprendermos a ouvir a voz do Espírito Santo de Deus. Profeta Malaquias capítulo 3 versículos 2 e 3 diz: “Pois ele será como o fogo de fundidor e como o sabão de lavandeiros; assentar-se-á como fundidor e purificador de prata; e purificará os filhos de Levi, e os refinará como ouro e como prata”.
Se você crer em Deus e na Sua Palavra, e deixá-Lo agir em tua vida, Ele irá purificar-te de tudo aquilo que não for bom para você e para Ele, basta apenas abrir seu coração e deixar Jesus Cristo fazer parte da sua vida. Ai você pode perguntar da mesma forma que uma pessoa chegou ao fundidor: como você sabe quando a prata está fundida? O fundidor respondeu: ela fica no fogo, moldando, até o momento em que consigo ver o meu rosto refletido no metal. Assim é Deus, Ele vai ficar te purificando até o momento em que Ele possa ver em você a Sua própria face, porque Deus nos criou como a Sua imagem e semelhança, e fomos criados para sermos vencedores e adoradores de Deus. Nunca pare: caminhe, não se lamente: agradeça a Deus, porque “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”. E o melhor de Deus ainda está por vir.

Wagner Pires

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Rafael - Verão de 2009 - Fonte da Telha, Portugal

Apresentação

Como primeira postagem, vou apenas apresentar o conteúdo que desejo colocar neste blog.
Uma das minhas paixões é cozinhar e, irei poder compartilhar algumas receitas que pude aprender em minha permanência em Portugal, num período de quase 7 anos; além de criações minhas, tive o privilégio de poder participar de um concurso gastronômico de vários restaurantes da região do Seixal e meu doce ficou qualificado em 2º lugar.
Além disso que também expor algumas crônicas e prosas que tenho escrito como hobby.
Mas o mais importante, Palavras que me foram dadas por Deus, poder compartilha-las, trazer a revelação da Bíblia, poderosa Palavra de Deus, o único Deus, a qual nos ensina, exorta, consola; nos orienta para podermos vencer no dia a dia.