sábado, 31 de julho de 2010

COMPUTER LOVE





Um click e pude te encontrar numa bela tarde de verão.

Naquele chat, mesmo lotado pude avistar você. E a delicadeza do teu nick chamou-me a atenção.

Foram dias online somente para ler teu charme. E no teu encanto fiz um upload do meu amor.

No HD do meu coração, apesar dos tantos GB, não havia espaço na memória para mais ninguém.

Cada dia crescia o carinho com atualizações: Versão do meu amor; Versão de minha imagem: refletindo o brilho da paixão em meu olhar; Versão do doce som da tua voz; A versão incorporada da família na web.

Madrugadas em stand by.

Tudo era um sonho, parecia o software perfeito.

Até que bugou tudo.

Foram surgindo vírus: desconfiança, desinteresse, ciúmes.

Tentei baixar alguns antispyware, antivirus. Nada resultava.

Digitava F5 tentando encontrar você.

Foi então que percebi que na realidade o teu coração não tinha feito download.

Talvez os spams tenham influenciado, ou os pop ups tenham desviado a sua atenção.

A solução era fazer um back up dos melhores momentos e deletar esta loucura. Sem solução.

Tentei achar espaço na razão fazendo desfragmentação. Nada também.

Limpei todo diretório (A)lma, esvaziando a lixeira, excluindo os erros nos arquivos, apaguei o histórico e os cookies da nossa história.

Talvez reinstalando os sentimentos e fazer um upgrade.

F2, enter Setup, configurar meus desejos.....

Por fim, dar um boot, formatar, sem direito a salvar nada que havia guardado na memória.

O problema é que todos os arquivos do meu sentimento estão em cloud computing.


O jeito é Ctrl+W, Ctrl+N e procurar um novo link para substituir este amor.

Porque você sempre terá um lugar reservado na minha homepage.


Wagner Pires

sexta-feira, 30 de julho de 2010

FAROL






Farol de prontidão,

Sentinela a tua espera.

Ao anoitecer

Meus olhos ficam a te procurar.

Querendo te guiar,

Mostrar o caminho 

Para ter tua companhia,

Aos meus pés você repousaria

Eu te admiraria

Até o nascer o sol.

Meu beijo te despertaria

Levado pelo vento.

Beijo de despedida

Aguardando tua volta,

Sempre de vigia,

Sentinela solitário!


Wagner Pires
 Wagner Pires

NADA PODE PARAR UM HOMEM DE DEUS - Parte 3: Posicionamento

Atos 27:21-24 – Havendo eles estado muito tempo sem comer, Paulo, pondo-se em pé no meio deles, disse: Senhores, devíeis ter-me ouvido e não ter partido de Creta, para evitar esta avaria e perda. E agora vos exorto a que tenhais bom ânimo, pois não se perderá vida alguma entre vós, mas somente o navio. Porque esta noite me apareceu um anjo do Deus de quem eu sou e a quem sirvo, dizendo: Não temas, Paulo, importa que compareças perante César, e eis que Deus te deu todos os que navegam contigo.”
Ap.Paulo foi colocado num navio com demais presos a serem levados à Roma, parou em diversos lugares, trocando de navios várias vezes, e sempre com mal tempo, chuvas, tempestades.
Mesmo se tratando de um preso, teve a atenção especial do centurião, por vezes aconselhava quanto a impossibilidade de navegar, não sendo ouvido. Nunca abdicava da postura de servo de Deus, não se deixava numa condição de preso.
O diabo quer frustrar o teu plano, quer te impedir de ser uma pessoa feliz e realizada, coloca obstáculos, deixa seu dia cinzento, nublado, faz cair tempestades, tenta de desanimar deixando-te numa condição de preso aos problemas para que mude a tua rota, mas uma pessoa de Deus jamais desiste, mesmo que tenha que aguardar que Deus acalme a tempestade, nunca abre mão do seu chamado.
Jonas 1:12 – Respondeu-lhes ele: Levantai-me, e lançai-me ao mar, e o mar se vos aquietará; porque eu sei que por minha causa vos sobreveio esta grande tempestade. Jonas era consciente do seu erro, por isso sabia das consequências, do mal que sobreveio por causa do seu pecado. E pediu que o lançasse ao mar, desistiu, não tomou um posicionamento de profeta e orar a Deus que o poupa-se e aos demais.
A tempestade pode te fazer chorar por 3 dias, 3 semanas, 3 meses. Esta tempestade pode ter destruído tudo: sua família, seu sentimento, suas finanças, foi tudo lançado ao mar, mas se tomar uma POSIÇÃO em crer em Jesus Cristo, tua vida NÃO mais poderá ser tocada. E da mesma forma que ocorreu com Ap. Paulo, nenhuma vida foi perdida, somente o barco, assim será com você, nem mesmo a sua família será tocada. “Éramos ao todo no navio duzentas e setenta e seis almas….Assim chegaram todos à terra salvos. (Atos 27:37 e 27:44b)
“Sucedeu, pois, que, chegando Davi e os seus homens ao terceiro dia a Ziclague, os amalequitas tinham feito uma incursão sobre o Negebe, e sobre Ziclague, e tinham ferido a Ziclague e a tinham queimado a fogo; e tinham levado cativas as mulheres, e todos os que estavam nela, tanto pequenos como grandes; a ninguém, porém, mataram, tão-somente os levaram consigo, e foram o seu caminho. Quando Davi e os seus homens chegaram à cidade, eis que estava queimada a fogo, e suas mulheres, seus filhos e suas filhas tinham sido levados cativos. Então Davi e o povo que se achava com ele alçaram a sua voz, e choraram, até que não ouve neles mais forças para chorar….Ao que partiu Davi, ele e os seiscentos homens que com ele se achavam…. Então Davi os feriu, desde o crepúsculo até a tarde do dia seguinte,….Assim recobrou Davi tudo quanto os amalequitas haviam tomado; também libertou as suas duas mulheres….De modo que não lhes faltou coisa alguma, nem pequena nem grande, nem filhos nem filhas, nem qualquer coisa de tudo quanto os amalequitas lhes haviam tomado; tudo Davi tornou a trazer….Davi lhes tomou também todos os seus rebanhos e manadas; e o povo os levava adiante do outro gado, e dizia: Este é o despojo de Davi."(1ª Samuel 30:1-20)
Wagner Pires

quinta-feira, 29 de julho de 2010

NADA PODE PARAR UM HOMEM DE DEUS - Parte 2: Atitude

Anteriormente descrevi a comissão que Deus havia dado ao Ap. Paulo em levar a Sua Palavra até Roma e, assim o fizera muitos anos antes com o profeta Jonas em também levar a Salvação à cidade de Nínive. Mas pudemos verificar comportamentos totalmente adversos.
Após uma ordem direta de Deus ao Ap. Paulo, ele procurou CRIAR uma situação que lhe fizesse executar a tarefa: apelando à César, sabendo que Deus jamais o desampararia independente da situação que viria pela frente.
Jonas, por sua vez, considerava sua tarefa inútil e procurou fugir da presença de Deus.
Enquanto um tomava uma postura de total obediência a despeito de qualquer adversidade que viesse assola-lo através de pessoas ditas “inimigas”, o outro agia de maneira arrogante, prepotente, superioridade, atitude de um juiz, fazendo acepção de pessoas; esquecendo-se que não cabe à nós sabermos o porque de termos que fazer algo que venha da Palavra de Deus.
Vou dar um exemplo clássico do COTIDIANO: quando alguém precisa de um emprego, ora e pede a Deus que abra as portas, mas não tem a disposição de ao menos ELABORAR um curriculum e sair entregando nas empresas.
Deus age em nosso favor a partir do momento que tomamos uma ATITUDE, enquanto ficamos parados Ele não pode agir, pois para Ele é SIM ou NÃO, não existe o talvez, no máximo um aguarde, mas isso para poder responder um sim ou um não. E se a tua atitude for errada, havendo um arrependimento, Deus colocará novamente no caminho do planejado.
“Nesta batalha não tereis que pelejar; postai-vos, ficai parados e vede o livramento que o Senhor vos concederá, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã saí-lhes ao encontro, porque o Senhor está convosco. (2ª Crônicas 20:17)
Deus estava dizendo ao rei Josafá que naquela batalha não precisava fazer nada, apenas tomar uma ATITUDE, o resto era com o próprio Deus.
Quanto a sua dificuldade?
Apenas tome uma postura de obedecer, orar, procurar a Deus, de seguir a orientação através da Sua Palavra, a Bíblia nos relata tudo, tudo que devemos fazer diariamente, seja em qual área for.
“Então Jeosafá se prostrou com o rosto em terra; e todo o Judá e os moradores de Jerusalém se lançaram perante o Senhor, para o adorarem." (2ª Crônicas 20:18)
“Então, voltando dali todos os homens de Judá e de Jerusalém com Jeosafá à frente deles, retornaram a Jerusalém com alegria; porque o Senhor os fizera regozijar-se, sobre os seus inimigos.” (2ª Crônicas 20:27)
Wagner Pires

quarta-feira, 28 de julho de 2010

NADA PODE PARAR UM HOMEM DE DEUS - Parte 1: Comissão

Atos 23:11 – Na noite seguinte, apresentou-se-lhe o Senhor e disse: Tem bom ânimo: porque, como deste testemunho de mim em Jerusalém, assim importa que o dês também em Roma.
Atos 25:10 – “Mas Paulo disse: Estou perante o tribunal de César, onde devo ser julgado; nenhum mal fiz aos judeus, como muito bem sabes.
Atos 26:32 – “Então Agripa disse a Festo: Este homem bem podia ser solto, se não tivesse apelado para César.
Estes 3 versículos relatam a grandiosa submissão do Apóstolo Paulo à Deus, colocando a execução do seu chamado como prioridade em sua vida.
Vou descrever, em 5 partes, as situações (dificuldades) enfrentadas pelo Ap. Paulo para cumprir uma determinação de Deus. E podermos identificar os motivos pelos quais estamos vivendo nosso COTIDIANO: se estamos sendo obedientes ou não a uma vontade de Deus. Se as dificuldades são realmente prova ou se é desobediência.
Quero comparar esta atitude do Ap. Paulo com a do profeta Jonas, onde ele tomou caminho oposto ao pedido de Deus. Quero mostrar que nem sempre passamos por dificuldades como provação, como alguns religiosos gostam de chamar: “atravessando o deserto”.
Jonas 1:1-3 – “Ora veio a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até mim. Jonas, porém, levantou-se para fugir da presença do Senhor para Társis. E, descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor.
Chamei de religioso de uma forma proposital, porque muitos líderes preferem ignorar o pecado, ou o erro que vem sendo cometido, ou ainda a desobediência de uma determinada pessoa, sem antes ter uma certeza de Deus, e de uma forma displicente ao invés de orientar simplesmente ilude pronunciando jargões bíblicos: Deus é fiel, Deus proverá, Deus isso, Deus aquilo. Amém por isso, pois de uma certa forma estamos profetizando bênçãos, mas em primeiro lugar deve-se identificar a CAUSA, e não mostrar o resultado final, para que se possa estancar as CONSEQUÊNCIAS, isso é: aconselhar, orientar, curar, libertar.
Jesus Cristo veio para que tivéssemos vida e em abundância, mas: o mal que perdura, não provém de Deus. E se Ele veio para que tivéssemos vida abundante, deixou seu Espírito Santo para nos libertar e curar de TODO mal, seja de um passado distante, de um passado mais recente, como do presente. Sabemos também que a orientação, aconselhamento, deve ter total base bíblica. Portanto, a Palavra de Deus exorta, ensina e edifica, trazendo paz e certeza nos corações.
Para concluir: temos que estar atentos tanto à vontade do nosso coração como aquilo que nos é dito quanto a vida presente e ao futuro – 1ª Tessalonicenses 5:17 a 22 – “Orai sem cessar. Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. Não extingais o Espírito; não desprezeis as profecias, mas ponde tudo à prova. Retende o que é bom; abstende-vos de toda espécie de mal. – Não desprezar as palavras proferidas, MAS colocá-las à Luz da Palavra de Deus, ORANDO, e o que não condiz, ignorar.
E assim, obedecendo a Bíblia: “Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, cuidando de fazer conforme TODA A LEI que meu servo Moisés te ordenou; não te desvies dela, nem para a direita nem para a esquerda, a fim de que sejas bem sucedido por onde quer que andares." (Josué 1:7)

Wagner Pires

terça-feira, 27 de julho de 2010

NAVEGAR

foto by https://tonycavalcanti.com/2016/01/03/fotografo-sul-africano-resgata-erotismo-jet-set-vintage-em-imagens-sensuais/


Ver o teu corpo atracado
Na areia a beira mar
Desperta em mim o desejo
De querer navegá-lo
Embarcar e zarpar
Desatar todos os nós
Soltar as amarras
Fazer cair as velas
Viajar sem rumo
Sem presa de acabar
Do nascer ao pôr do sol
Poder desfrutar da proa à popa
E deixando cair meu suor
Sendo refrescado pela brisa
Vento do prazer
Em ondas agitadas
Na maré que vem e que vai
O ápice é meu destino
Para na calmaria do oceano
Jogar a âncora
E adormecer neste convés


Wagner Pires
Adoro música, elas acompanham cada momento da minha vida, tornando-se trilha sonora da minha história, lembrando cada situação, cada personagem que aparecem ao longo dos capítulos.
E a música November Rain do Guns ´N Roses era dedicada a uma pessoa, e somente recentemente é que fui traduzir a letra e, muito engraçado, coincidência, tem tudo a ver.
Wagner Pires

segunda-feira, 26 de julho de 2010

O PENSADOR





Pensamento Lógico
Pensamento Inconstante
Pensamento Inconsequente
Pensamento Irracional
Pensamento Sonhado
Pensamento Desejado
Pensamento Vivido
Pensamento Longe
Voando Alto
Ilusão
Pensamentos  são Escritos em Versos e Prosas
Pensamentos que Vem, Pensamentos que Vão
A Vida vai Passando
E Ficamos Pensando
Estamos mais Velhos
Uma Vida Bem Vivida
Sonhada e Construída
Em
Choros
Sofrida
Alegria
Amores
Pensamento Dito e Escrito
Pensamentos sem Sentido


Wagner Pires

domingo, 25 de julho de 2010

TEMPO





Porque o tempo passa tão rápido 
Seu tempo não me acompanha
Este mesmo tempo demora para poder te ver
E quando chega no exato tempo
Tudo se torna num desejo sem palavras
Ficam os olhares de admiração, constantes
Esperando que o tempo não acabe

Troca de sorrisos refletidos no espelho d´água
Quando teu corpo, lindamente moldado
Dourado pelo sol, brilha no mergulhar
Mergulhos charmosos, excitantes
O privilégio são das ondas que podem te abraçar
Da areia em sentir o calor do teu corpo
O suor poder escorrer e tocar os seus lábios

Nossos passos caminham em direções opostas
Buscam o COTIDIANO, deixando pegadas nos corações
Que teimam em trocar mensagens que serão esquecidas
No fim deste tempo
Porque o tempo será o passado de boas lembranças
Nosso tempo deveria ser eternamente juntos
Independente do tempo em que viemos e vivemos


Wagner Pires

sexta-feira, 23 de julho de 2010

A ROCHA




          Abril de 2006, sigo em direção à antiga nau, semelhante àquelas colonial, vinda de Portugal.
          Ali atracada no porto de São Vicente, cidade que já não se parece com a do tempo imponente.
          Atravesso pela rampa para poder embarcar, sem bagagens, somente o desejo de viajar.
          Avisto mais 3 passageiros, uma sentada solitária ao fundo, a semelhança da mãe, lugar sem rumo.
          Estranhamente, quando começamos a navegação já não somos quatro, aquela solitária já nos deixou. Nunca mais a vi nesta visão.
          Viagem curta, num silêncio, nem o som do mar, da natureza. Não vejo a tripulação, porém a viagem segue com pressa.
          Atracamos numa ilha, pequena, uma ilhota, somente eu e meu filho desembarcamos, ele segura em minha mão, acompanhados por um guia.
          Aprecio ao fundo, distante, um animal semelhante a um leão, com as cores de um flamingo. Animal estranho, muito intrigante.
           Fico curioso, e nosso guia nos conduz, quero saber o que é. Para minha surpresa, não passava de um homem vestido ali em pé.
           Contornamos as construções, prédios de poucos andares, vazio. Lugar sombrio, não vejo o Sol, não vejo a Lua. Fazemos a curva.
           Deparamos com uma área parecida a um quintal com uma pequena cobertura, repleto de cobras, serpentes venenosas, querendo nosso mal.
           Meu filho, ainda ao meu lado, é ferido no calcanhar, não chega a ser grave. Eu o protejo. Somos orientados, pelo guia, a caminhar.
           Retornamos à embarcação e seguimos viagem, observo um rochedo muito bonito ao lado esquerdo do mar, fixo esta imagem.
           A terceira pessoa na embarcação, que nem chegou a sair para uma diversão era a mãe do meu filho, ficou o tempo todo sentada, sempre calada, de cara fechada.
           Ao acordar desta visão, dou conta que Aquele guia, o qual eu pouco importava, era quem nos guardava.
          Uma viagem que ainda não chegou ao fim neste COTIDIANO.


"...E eu sempre estarei com vocês, até o fim dos tempos."
Mateus 28:20



Wagner Pires

quarta-feira, 21 de julho de 2010

SINAIS


Ontem assisti pela 3ª vez o filma, já antigo, do ano de 2002: Sinais, com Mel Gibson. Filme de ficção que mescla suspense e religiosidade. Se eu fosse alienado diria que se trata de uma obra esotérica, nova era, trazendo imagens e mensagens subliminares, coisa do dito cujo, enfim, qualquer coisa; mas como eu digo e entendo que vivemos no mundo mesmo ele estando no maligno, portanto, gosto de ver, ouvir, vestir e comer qualquer coisa que me agrade e me interesse desde que eu tenha sabedoria e discernimento para identificar o que me edifica e o que não me traz bem estar.
E em tudo eu procuro tirar algo de bom, proveitoso, e porque não dizer que podemos ver o agir de Deus em determinadas circunstâncias, como no caso deste filme, e explico o porque.
Se você não assistiu, ou assistiu e não entendeu, este filme conta a história de um reverendo (igreja tradicional norte americana: Presbiteriana, Lutherana, Wesleyana, Metodista ou outra) que perdeu a sua fé em Deus e deixou seu ministério depois da morte de sua esposa num acidente automobilístico. Ele e seu irmão mais novo criam os dois filhos, sendo que o menino é doente pulmonar necessitando de utilizar bombinha de oxigénio e injeções.
O mundo é invadido por seres de outro planeta que vêm para destruir os seres humanos, mas isso é irrelevante, quero apenas chegar num ponto onde um destes ETs invade a sua casa e o menino em estado de choque desmaia ficando sem respiração necessitando de medicamento. É pego por este ser que sentindo-se ameaçado lança um gás venenoso e mortífero no menino. O pai, reverendo, agarra o menino e leva para fora da casa aplicando medicamento, verificando que graças a doença do menino, por estar com os pulmões fechados, não absorveu o veneno.
Aí está o SINAL de Deus, uma enfermidade de nascença salvou a vida do menino, Deus age nas nossas vidas desde o nosso nascimento, todos os acontecimentos cooperam para o nosso bem, desde que O amemos.
Muitas, e muitas vezes reclamamos das coisas ruins ou coisas que não gostaríamos de estar enfrentado, dizendo palavras que demonstram uma falta de fé, e questionamentos à Deus, e não temos capacidades ou fé suficientes para enxergar a mão de Deus até mesmo numa adversidade. Por isso temos que agradecer em tudo nas coisas boas, como nas ruins.
Depois de uma grande tragédia sempre vem as histórias de Livramento: “se eu não tivesse me atrasado estaria naquele avião”, ou “se eu não estivesse doente estaria trabalhando naquele edifício”, etc.

Jó 42:1-6 : “Então respondeu
ao Senhor: Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido. Quem é este que sem conhecimento obscurece o conselho? por isso falei do que não entendia; coisas que para mim eram demasiado maravilhosas, e que eu não conhecia. Ouve, pois, e eu falarei; eu te perguntarei, e tu me responderas. Com os ouvidos eu ouvira falar de ti; mas agora te vêem os meus olhos. Pelo que me abomino, e me arrependo no pó e na cinza.

Wagner Pires

segunda-feira, 19 de julho de 2010

PERSEVERAR


“Ao que lhe veio a palavra do Senhor, dizendo: Este não será o teu herdeiro; mas aquele que sair das tuas entranhas, esse será o teu herdeiro…Ao que se prostrou Abraão com o rosto em terra, e riu-se, e disse no seu coração: A um homem de cem anos há de nascer um filho? Dará à luz Sara, que tem noventa anos?... Sara concebeu, e deu a Abraão um filho na sua velhice, ao tempo determinado, de que Deus lhe falara;” (Gênesis 15:4; 17:17 e 21:2)

Como é gostoso acordar lembrando de um sonho maravilhoso que tivemos durante o sono e queremos que este sonho se realize, trabalhamos para isso.

Melhor ainda é ter uma promessa de Deus e vê-la cumprida.
Mas muitas vezes nos esquecemos ou até desistimos destas promessas devido ao tempo que vai se passando, e ela não se cumpre.
Uma promessa não tem prazo de validade, ela se cumpre no momento em que Deus achar que tudo está devidamente perfeito à Sua vontade, ou não se cumprirá se a rejeitar, se não acreditarmos, se desobedecermos.

Abraão tinha 100 anos, sua esposa Sara, tinha 90 anos e para piorar era estéril, e Deus disse que lhes dariam um filho. Mas antes, aos 75 anos, recebera uma ordem e uma promessa:

“Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. Eu farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu, sê uma bênção.(Gênesis 12:1 e 2).

Durante estes 25 anos Abraão passou por diversos lugares, muitos problemas e dificuldades, mas tinha que continuar acreditando no cumprimento da promessa (sugiro ler Gênesis 12 até 25:8)
Não importa os problemas que tem enfrentado, o lugar onde esteja, ou o tempo, a promessa não se baseia no teu tempo x espaço, ela tem que estar no COTIDIANO dentro do coração. Acreditando que Deus pode mudar totalmente uma situação adversa e colocar no centro da vontade Dele.
  • Promessa é um sonho;
  • Sonhar é ter esperança;
  • Esperança não é a última que morre;
  • Esperança é a fé que nunca pode morrer;
A fé faz você acreditar que mesmo que tenha uma área estéril, que não possa gerar, que mesmo assim: dará o seu fruto no devido tempo.

Acredite na cura da esterilidade, na fertilização da terra seca, na reconstrução dos lugares destruídos e solitário.

Não se prender àquilo que os olhos vêem - o tempo e o lugar.

Gerar o fruto, regar a semente, a olhar os horizontes:

Pois será como a árvore plantada junto às correntes de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cuja folha não cai; e tudo quanto fizer prosperará.(Salmos 1:3)

Wagner Pires

quinta-feira, 15 de julho de 2010

NUMA FOLHA DE PAPEL





Hoje o dia amanheceu num vazio
Sentei em minha cama
Reflexões
Planejamento
Cada passo no COTIDIANO
Cada decisão a ser tomada
Sonhos, projetos, necessidades

Um esboço do nosso futuro
Um rascunho
Virou o papel amassado atirado no canto do quarto
Fazendo companhia a outros papéis amassados
Outros projetos
Alguns rasgados

Folha de papel escrito
Uma leitura com pensamentos
Sair e ter atitudes
Na mão, uma folha de papel digitado
Buscando o possível acreditando no impossível
Caminhando, correria, suor

Suor e lágrimas, calor
Folha de lenço de papel limpa o rosto
Calmo e silencioso
Enquanto o telefone toca
Número do telefone anotado na folha da agenda
Lembranças
Ouço a voz suave
  
Sorriso no rosto enrugado
Do dia terminado
Cheio de esperanças ao som de belas canções
Notas musicais numa folha com partitura
Ecoam num ambiente acústico a meia luz
Rabiscando palavras de ideias
Numa folha de caderno


Wagner Pires

Wagner Pires

terça-feira, 13 de julho de 2010

DESABAFO



1ª Reis 3:9-10 – “A teu servo, pois, dá um coração entendido para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; porque quem poderia julgar a este teu tão grande povo? E esta palavra pareceu boa aos olhos do Senhor, de que Salomão pedisse isso.”

No texto acima está o relato de um sonho que Salomão, filho do rei Davi, onde Deus aparecia a ele e questionava-o quanto ao pedido que poderia fazer e que lhe seria dado.

1º Salomão se considerava uma criança inexperiente para reinar em Israel no lugar de seu pai, por isso pediu capacidade para ADMINISTRAR – sabedoria.
Sabedoria = grande fundo de conhecimento, saber, prudência, razão;
Inteligência = conjunto de todas as funções intelectuais (memória, imaginação, juízo, raciocínio), habilidade.
Cultura = trabalho ou exercício intelectual, instrução, saber, estudo.
Muitas vezes nós confundimos ou associamos uma coisa e a outra, mas pelas definições podemos entender que uma pode ser consequência ou simplesmente não.

2º Salomão era um líder, um ADMINISTRADOR, todos nós, TODOS, somos administradores, portanto, líderes, e geralmente esquecemos deste adjetivo em nosso caráter: a CAPACIDADE DE ADMINISTRAR, seja o que for - Sabedoria em gerenciar nossos negócios.
Salomão necessitava de tais capacidades para poder agir em situações que estaria por vir em seu reino: Sabedoria tendo o cuidado (prudência) nas atitudes. Nota-se: FUTURO, o dia de amanhã, aquele que você ainda não sabe o que vai acontecer pois: “Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” Mateus 6:34. Necessitava de estar preparado para tudo aquilo que Deus permitiria que estivesse à sua frente para aperfeiçoamento de suas atitudes, caráter, administração governamental e familiar.

3º Ele havia ganho muito respeito não apenas do seu povo como também de povos circunvizinhos (1º Reis 9:10-28), acabando por assumir responsabilidades com ESTRANHOS.

Onde eu quero chegar com tudo isso?

Pois bem, a tempos que tenho notado o EGOISMO exagerado no coração de homens, um absurdo, se tratando ainda de pessoas comprometidas com Deus, ou ainda de pessoas que exercem literalmente um certa liderança: seja ela profissional, comunitária, governamental, política, familiar e até mesmo eclesiástica.
Este EGOISMO é aplicado exatamente de uma forma contrária às atitudes de Salomão, portanto, contrária aos ENSINAMENTOS de Deus. O EGOISTA é ainda imediatista, só enxerga o que está à sua frente, não consegue ter uma ótica de fé.
Por que a falta de sabedoria é associada a figura do animal chamado BURRO?
Porque este é teimoso, não ouve outros argumentos, não vê outras hipóteses, tem a mente presa, cauterizada, só prevalece a sua própria RAZÃO, mesmo que esteja errado (diga-se burro somente à falta de sabedoria e NÃO àquele com falta de cultura ou inteligência, pois estes necessitam de oportunidades).

Este comportamento, deste possível ou assumidamente LÍDER, deixa de lado:

a) A PRUDÊNCIA e age de forma autoritária e impetuosa, impulsiva (Autoritário: impõe as suas vontades - é ignorado, sem prestígio, temido, arrogante; Autoridade: vê, ouve, analisa, estuda antes de determinar e executar - é respeitado e admirado, humilde);
b) O CONHECIMENTO dos fatos e até mesmo dos ensinamentos Bíblicos e, quando vê o conhecimento dos fatos, simplesmente os ignora não abrindo mão de SEUS interesses e SUAS necessidades pessoais;

c) A RAZÃO lógica, e antes de procurar uma orientação mais clara, determina a SUA própria RAZÃO como a perfeita e correta, sem antes analisar e reconsiderar;

d) O comportamento HUMANO, fazendo distinção entre amigos e conhecidos (favorecidos) e os estranhos (sem poder de negociação);

e) Uma atitude CRISTÃ em ouvir, aconselhar, orientar independente da religião, credo, sexo, idade, classe social, ou qualquer outra situação que o possa diferir.

Para concluir quero apenas traçar um perfil de um LIDER, que é aquele que tem a capacidade e a CORAGEM de esvaziar-se de si mesmo, “amando o seu próximo como a si mesmo”, ou seja tratando da forma que quer ser tratado, pois todo líder também é liderado por alguém e “com a medida que medimos, nós seremos medidos também”. Que consegue enxergar a situação do amanhã, já estar se preparando em suas atitudes, agir com cautela, paciência e calma, ouvir e aconselhar, orientar, respeitar opiniões.
Se você é patrão, ou chefe de setor e seção: é um lider; se é marido: é líder, na família; esposa: é líder na casa com os filhos; até mesmo o filho é um líder: nas suas atividades escolares, profissionais, familiar, amizades, comportamento, é um líder no seu espaço; o pastor é um líder com muito mais atributos e responsabilidades porque ele leva o nome de Deus para os que creem e para os que não creem, para os de sua igreja como para os de fora, em suas tarefas eclesiásticas como em tarefas seculares - "a quem muito é dado, muito será requerido"; “toda autoridade é instituída por Deus”, até mesmo as políticas e governamentais.

2ª Tessalonicenses – Vós, porém, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.” 

Tenhamos comportamento de cristãos, isso significa não olhar para a pessoa em si, mas para o problema apresentado e ajudar. Um futuro lider sabe ser liderado.
Aprendi algo muitíssimo importante: quando abrimos mão de algo espiritual por um material, perdemos os dois. Quando abrimos mão de um material por um espiritual, ganhamos os dois.

"eis que faço segundo as tuas palavras. Eis que te dou um coração tão sábio e entendido, que antes de ti teu igual não houve, e depois de ti teu igual não se levantará. Também te dou o que não pediste, assim riquezas como glória; de modo que não haverá teu igual entre os reis, por todos os teus dias." (1º Reis 3:12-13).


Wagner Pires