domingo, 3 de julho de 2011

"...devia ter me importado menos com problemas pequenos, ter morrido de amor..."

sábado, 2 de julho de 2011

IGREJAS


Não quero usar meu blog como se eu fosse o dono da verdade, apenas quero expor o meu ponto de vista e minhas idéias.
Pois fico indignado como as pessoas são enganadas em nome de Deus. Tanto se fala dos terroristas que matam em prol de uma religião e um idealismo, mas o que vemos são ditos líderes religiosos que nada mais estão fazendo do que matar espiritualmente, verdadeiros homens bombas.
Cristão, pentecostais, neo-pentecostais, tradicionais... Cada um prega o seu interesse. E onde está a Verdade, o evangelho pleno, a simplicidade, humildade, sinceridade, firmeza e direção da Palavra de Jesus Cristo?
Estará na frieza daqueles que cresceram através da influência política-econômica-social ao longo do tempo, onde um dos poucos ensinamentos é a fé, sendo utilizada como se fosse um presente que ganhamos e guardamos, nunca usada; vai envelhecendo, nos esquecemos, começamos a ter outros valores, conceitos de vida e Jesus torna-se um símbolo, um mártir, um ídolo, mas não um exemplo a ser obedecido, imitado e seguido. Ele torna-se uma imagem, uma escultura, uma figura, um quadro de decoração na parede da sala e não um membro da família, o irmão mais velho que poderia ter a liberdade de entrar, conversar, aconselhar, ensinar, ajudar, compartilhar nas alegrias e nas dores.
Ou estaria na desculpa do crescimento da mídia televisiva e informática que facilita o alcance da população, ou isto seria apenas a exposição da imagem pessoal? Verdadeiros homens de marketing: trabalhando a forma de suas apresentações, roupas, palavras, frases, gestos, público alvo. Sempre com as planilhas à frente: estatísticas, números, índices, quantidade e não a qualidade dos resultados. Números, crescimento, expansão; na verdade uma distorção da Palavra. Tratam Deus como um servo, com a obrigação de fazer o milagre. Claro que na Bíblia relata que Jesus veio como um servo, mas veio para ser honrado e respeitado. Para que o milagre acontecer é necessário exatamente a nossa parte de submissão e obediência. E, com certeza, Deus irá cumprir as promessas relatadas, desde que nós executemos a parte que cabe a nós. Deus, não é um Deus de troca, de barganha, é um Deus pai, que dá à medida da maturidade espiritual que nós adquirimos. Ou dá-se uma bicicleta aro 20 a uma criança de 2 anos, ou um carro a um adolescente, ou seja lá o que for quando não estamos habilitados e capacitados a receber. Estas igrejas tem ensinado a nos corrigir onde estamos errando por não conseguir a bênção ou o milagre? Jesus disse ao ex paralítico, que havia recebido o milagre: “vá e não peques mais para que não sobrevenha algo maior ainda”. Ou seja, receber ou permanecer no milagre cabe a cada um de nós não nos desviar daquilo que é Verdade e correto. O evangelho não é nada místico, é simples, é natural, é a vida diária, o COTIDIANO; é compromisso e deve ser de dentro de nós para fora, para recebermos do “Alto”: espiritual - para que se torne real, visível, palpável. A dificuldade existe para que possamos reconhecer, arrepender, aprender e glorificar a Deus por isso. Pois Deus disse que “no mundo teríamos afliação, mas que devêssemos ter bom ânimo”, isso é ter fé, coragem, disposição, força, entendimento, conhecimento. O milagre não é feito por atacado, “Deus trata a cada um individualmente”.
O tempo passa, o mundo muda constantemente, mas alguns líderes esquecessem disso e não conseguem viver em equilíbrio, ou caminhar seguindo as pisaduras de Jesus. Caminham segundo a sua tradição. Isso é medo, medo de seguir o caminho daqueles que acabei de mencionar acima. São dois extremos: os que exploram a evolução em benefício próprio, e os que se acovardam também em benefício próprio. Medo, covardia, insegurança, regras humanas, autoritarismo, também não provém de Deus. Toda autoridade é imposta ou permitida por Deus, mas autoritarismo é diferente. Autoritarismo é opressão e, como mencionei antes, Deus trata cada um individualmente, e olha o nosso interior, nunca o nosso exterior: “vinde como estás”, mas não permaneça da mesma forma: preso na mentira, no pecado, na ignorância, no desconhecimento; temos que procurar todos os dias a conhecer a Palavra de Deus, ela nos ensina todos os dias coisas novas, atitudes novas, comportamento aperfeiçoado. O oprimido não consegue abrir a mente e os olhos para as coisas novas (não confundir coisas novas com a suposta modernidade que a sociedade apresenta – ser santo é saber o que é certo e o que é errado, mas “viver” na direção certa, não compactuar com o que o mundo diz), vive preso, Jesus veio para quebrar todas as cadeias e grilhões, seja espiritual ou humana. Deus não pode ser mostrado como um autoritário, carrasco, impositor, Ele é amoroso, carinhoso, galardoador daqueles que O busca.
Não quero criticar a igreja ou o líder A, B ou C. Igreja é instituição humana, líderes são pessoas passivas de erros conscientes e inconscientes. Meu desejo é apenas que as pessoas se tornem mais formadora de opinião, que possa discutir e que tenha o direito social de discordar. Não somos obrigados a pensar, falar e agir segundo o que nos é imposto, temos que avaliar o quanto poderemos ser afetados negativamente. Não podemos estar estagnados em nada, temos que crescer, olhe para você mesmo, pergunte a Deus, e ouça a Deus, veja o fruto que você tem dado e o fruto que seu líder tem testemunhado.

Wagner Pires

domingo, 24 de abril de 2011

"Hoje estou (muito) feliz porque sonhei com você e, amanhã posso chorar por não poder te ver. Teu sorriso vale mais que diamante..."

segunda-feira, 18 de abril de 2011

domingo, 17 de abril de 2011

AMOR





Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei. Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá. O amor é...


paciente, - Agir com perseverança, sem desesperar-se, calmamente;
é benigno, - tendo um bom caráter: com generosidade;
sem ciúmes, - sem insegurança, desconfiança, nem desejando o que não lhe convém;
não se ufana, não exaltando-se a sí próprio, com 
sem soberba, - sentimento de superioridade, mas
não age inconveniente, - agindo com respeito, sabedoria e educação, sabedoria, com seus direitos e deveres,
sem interesse próprio, - sempre pensando no bem estar coletivo ou alheio, nunca individual e egoísta.
não se exaspera, - Não tendo atitudes e palavras ásperas, sendo rude e grosseira.
sem ressentimento, - Perdoando sempre, sem as lembranças e traumas passados, e
não se alegra na injustiça, - não se alegrar com as derrotas e fracassos e frustrações dos outros, mas
alegra-se com a verdade, - participando: sendo um ouvinte e dialogador das notícias do COTIDIANO,
tudo sofre, - suportando e superando as ruins, com responsabilidade e segurança,
tudo crê, - e confiança, acreditando,
tudo espera, - com esperança, sem ansiedade ou medo
tudo suporta, - mesmo nas dores, distância, dificuldades e diferenças: físicas, financeiras, culturais, emocionais; sendo assim,
jamais acaba. - será eterno e infinito.


Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles,
porém, é o amor. (1 Coríntios 13)


Wagner Pires

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

PROTEÇÃO



1ª Reis 1:1-2 – Quando o rei Davi envelheceu, estando já de idade bem avançada, cobriam-no de cobertores, mas ele não se aquecia. Por isso os seus servos lhe propuseram: "Vamos procurar uma jovem virgem para servir e cuidar do rei. Ela se deitará ao seu lado, a fim de aquecer o rei".
1ª Reis 1:5 - “Ora, Adonias, cuja mãe se chamava Hagite, tomou a dianteira e disse: "Eu serei o rei". Providenciou uma carruagem e cavalos além de cinqüenta homens para correrem à sua frente.
1ª Reis 1:17 – “Ela respondeu: "Meu senhor, tu mesmo juraste a esta tua serva, pelo Senhor, o teu Deus: 'Seu filho Salomão me sucederá como rei e se assentará no meu trono'.

Vou apenas esboçar o que historicamente refere-se estes textos. Davi, rei de Israel, já estava velho e doente, seu filho Adonias pretendia assumir o reinado mesmo contrariando uma vontade de Davi (e plano de Deus) de que seu filho Salomão viesse a herdar esta condição. Sua mãe, orientada pelo profeta Natã, informou à Davi e este imediatamente tranferiu sua função a Salomão.
Por “n” situações, às vezes, nos encontramos frios espiritualmente: enfermos, doentes, inertes, próximos à morte.
Necessitamos de uma motivação no COTIDIANO, alguma coisa que venha nos aquecer, trazer a alegria, é como colocar o combustível numa máquina para que ela possa voltar a produzir. Mas esta máquina precisa algo a mais do que o combustível, precisa de um agente humano que possa colocar o combustível no local determinado. E se estivermos como uma máquina velha, parada, enferrujada, o combustível: Espírito Santo, só pode agir quando nós o buscarmos, seja ao levantar das mãos em adoração, seja em abrir a boca num clamor, o dobrar dos joelhos em oração.
E mesmo que o mundo ao redor não queira permitir, se levante para impedir que possa herdar a tua condição de soberania: prosperidade, saúde, felicidade, etc; querendo roubar o que te está estabelecido, usurpar o que é teu, haverá a intervenção de Deus.
Ele sabe o ponto até onde podemos suportar a nossa dor, a nossa fragilidade, o quanto necessitamos do Seu amor, carinho: o milagre.

“O rei fez um juramento: "Juro pelo nome do Senhor, o qual me livrou de todas as adversidades, que, sem dúvida, hoje mesmo vou executar o que jurei pelo Senhor, o Deus de Israel. O meu filho Salomão me sucederá como rei e se assentará no meu trono em meu lugar". (1ª Reis 1:29-30)

Deus não deixa para amanhã, Ele age na hora exata, e esta hora chama-se HOJE.

Wagner Pires

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

LIBERTAÇÃO



Mateus 26:34 - “Respondeu Jesus: "Asseguro-lhe que ainda esta noite, antes que o galo cante, três vezes você me negará".

O nosso COTIDIANO é um constante tratamento espiritual x sentimental para que o material possa funcionar corretamente.
Curas e libertações de traumas, decepções, frustrações, mas também das nossas pisadas na bola; aquelas mentirinhas que aparentemente foram inofenciavas, na verdade abrem portas para que as coisas não corram como desejávamos ou principalmente como Deus queria.
A mentira não é apenas o conjunto de palavras (história) contadas fora do contexto de uma verdade. A mentira é uma atitude tomada contrária à uma realidade, por exemplo: o adúltero age como se tivesse uma vida de solteiro; ou ainda o dependente químico vive segundo sua própria vontade contrariando inclusive teorias médicas, judiciais e legais; hoje em dia o homossexualismo é pregado como um comportamento normal, mas se olharmos para a simplicidade da gramática da língua portuguesa já podemos ver a incoerência (ou o ministro da educação e cultura deve rever todo o conceito), porque o antônimo de alto é baixo, feio é bonito, rico é pobre, ou seja de homem é mulher, portanto o comportamento homossexual é uma atitude vivida de forma mentirosa à sua natureza em seu nascimento, se Deus diz que para Ele é sim ou não, e Ele criou homem e mulher, animais macho e fêmea.....
Situações onde agimos de uma forma contrária e irresponsável aos padrões Bíblicos nada mais são do que fraquezas, seja falta de confiança em nós mesmo ou falta de fé (confiança em Deus) e obediência.
Pedro que era um cara durão, corajoso, ousado, teve seu dia de covarde, e isso trouxe uma consequência no seu caráter e comportamento:
“Vocês ouviram a blasfêmia. Que acham?" Todos o julgaram digno de morte. Então alguns começaram a cuspir nele; vendaram-lhe os olhos e, dando-lhe murros, diziam: "Profetize!" E os guardas o levaram, dando-lhe tapas. Estando Pedro em baixo, no pátio, uma das criadas do sumo sacerdote passou por ali. Vendo Pedro a aquecer-se, olhou bem para ele e disse: "Você também estava com Jesus, o Nazareno". Contudo ele o negou, dizendo: "Não o conheço, nem sei do que você está falando". E saiu para o alpendre. Quando a criada o viu lá, disse novamente aos que estavam por perto: "Esse aí é um deles". De novo ele negou. Pouco tempo depois, os que estavam sentados ali perto disseram a Pedro: "Certamente você é um deles. Você é galileu!" Ele começou a se amaldiçoar e a jurar: "Não conheço o homem de quem vocês estão falando!" E logo o galo cantou pela segunda vez Então Pedro se lembrou da palavra que Jesus lhe tinha dito: "Antes que duas vezes cante o galo, você me negará três vezes". E se pôs a chorar.” (Marcos 14:64-72)
Relatei estes versículos acima apenas para esclarecer as atitudes tomadas por Pedro no momento de sua cura e libertação.
Após a ressurreição, Jesus encontra com seus discípulos e num certo momento questiona a Pedro, em sua primeira resposta teve uma atitude imediatista mostrando a sinceridade em seu sentimento por Jesus – “Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão Pedro: "Simão, filho de João, você me ama mais do que estes?" Disse ele: "Sim, Senhor, tu sabes que te amo". Disse Jesus: "Cuide dos meus cordeiros". (João 21:15) – Em todas as atitudes que tomamos temos que ser 100% VERDADEIROS e honestos até mesmo quando se trata dos erros que cometemos. Assumirmos os erros é uma grande vitória, é a mais clara demonstração de capacidade.
Quando somos afrontados em certas atitudes ou palavras nem sempre respondemos prontamente, interiormente vem questionamentos e um rápido raciocínio da resposta que iremos dar, aí entra o quanto temos CORAGEM“Novamente Jesus disse: "Simão, filho de João, você me ama?" Ele respondeu: "Sim, Senhor, tu sabes que te amo". Disse Jesus: "Pastoreie as minhas ovelhas". (João 21:16) – Pedro não só foi verdadeiro em sua primeira resposta como teve coragem de assumir seu sentimento quando perguntado pela segunda vez.
Mas isso ainda não era suficiente.
Temos que ter um algo a mais, o que diferencia o cidadão comum de um servo de Deus: HUMILDADE de reconhecer o quanto somos falhos e fracos, o quanto dependemos de Deus para podermos aprender e executar toda e qualquer atividade em diversos segmentos, é algo que vai além da fé, é não se envergonhar do que somos e fomos, desde que estejamos verdadeiramente arrependidos, coragem para abandonar os erros e não cometê-los novamente e, humildade para reconhecê-los e assumir uma nova atitude de vida – “Pela terceira vez, ele lhe disse: "Simão, filho de João, você me ama?" Pedro ficou magoado por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez "Você me ama?" e lhe disse: "Senhor, tu sabes todas as coisas e sabes que te amo". Disse-lhe Jesus: "Cuide das minhas ovelhas. (João 21-17)
Cuidar das ovelhas é cuidar daquilo que é de Deus (família, trabalho, ministério....), quando assumirmos esta postura, quando estivermos prontos, Deus também estará pronto para liberar Suas benção para nós, tanto espirituais como materiais.


Wagner Pires